Áreas de atuação e produtos

Regiões costeiras, estuarinas e marinhas
  • Engenharia costeiraprojetos para a caracterização, recuperação e revitalização de ambientes costeiros mediante a compreensão, contenção e recuperação frente a erosão costeira e à desestabilização da dinâmica sedimentar, para fins de assegurar a maximização das atividades turísticas, portuárias e náuticas. Trabalhos realizados: Plano Diretor para as Obras para Controle de Erosão e Recomposição das Praias do Gonzaguinha e Milionários, São Vicente, SP.
  • Oceanografia, hidrologia e hidráulica – projetos em estuários, canais e baías que, além de se caracterizarem como ambientes de grande importância ecológica, distinguem-se pelo intenso dinamismo das variáveis oceanográficas e meteorológicas responsáveis pela grande complexidade e instabilidade presente. Trabalhos realizados: caracterização ambiental e socioeconômica da região estuarina do Rio Mamanguape, Paraíba, PB; caracterização ambiental da Planície Costeira Sul Riograndense, RS;
  • Qualidade e quantidade de água – projetos para avaliação, diagnose e proposição de sistemas de monitoramento dos parâmetros físicos, químicos e biológicos da qualidade da água, mediante a implantação de sistemas automatizados e em tempo real, para fins de avaliação do impacto de atividades realizadas na área da bacia hidrográfica, a constituir instrumento de apoio e avaliação das ações do poder público e dos responsáveis pela tomada de decisão. Trabalhos realizados; desenvolvimento do Projeto Executivo do Sistema de Monitoramento da Qualidade das Águas de São Vicente, SP.
  • Geração de energia elétrica a partir de ondas – o potencial energético trazido pelas ondas até o litoral, como resultado da ação dos ventos e das correntes marinhas, é muito grande e, até então, inexplorado. Adicionalmente, caracteriza-se como uma fonte renovável e limpa que deverá ter o seu aproveitamento intensificado na em futuro breve.
Mudanças climáticas e mecanismos de avaliação e adaptação
  • Avaliação no Brasil quanto à “Mensuração e Acompanhamento de Desempenho referente à Gases de Efeito Estufa”, envolvendo o levantamento do status do Brasil em políticas públicas, regulamentação, instrumentos, mecanismos, compromissos nacionais e internacionais na área de mudanças climáticas por meio de análises de documentos e realização de entrevistas para subsidiar o planejamento de atividades de divulgação e treinamento – Fundação Getúlio Vargas.
  • Elaboração da minuta do plano de comunicação nacional e do Plano de Ação Nacional de Adaptação às Mudanças Climáticas – IBOPE Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Ltda.
  • Consultoria para o Projeto “Tracking Forest Finance” focada na coleta e análise dados dos referentes aos fluxos financeiros direcionados para ações e atividades de REDD+ no Brasil – Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas – IDESAM.
  • Avaliação da estratégia de REDD em campanhas para divulgação de temas afeitos ao clima – WWF – Brasil.
Otimização do uso e da conservação dos recursos hídricos
  • Otimização do uso da água o Programa de Otimização do Uso e Conservação da Água – POUCÁgua tem por objetivo contribuir para a economia de água a partir da caracterização dos diferentes tipos de usos demandados pelo cliente, da identificação de oportunidades de economia e da otimização do seu uso a partir do uso de fontes alternativa e, em particular, do aproveitamento de água chuva. Trabalhos realizados: Ideal Guindastes, Santos, e residências em Alpha Ville, Barueri, SP.
Tecnologias aplicadas à gestão ambiental
  • Diagnóstico para implantação de Programa Integrado de Gestão Ambiental – participação no desenvolvimento e aprimoramento do Programa Gestão Ambiental do SEBRAE SP, agregando e integrando conceitos afeitos à qualidade de serviço, meio ambiente, segurança e saúde ocupacional e responsabilidade socioambiental para micros e pequenas empresas. Trabalhos realizados: mais de trinta empresas do ramo de reparos automotivos, ferramentaria e injeção de plástico, construção civil, vidraçaria e informática.
  • Programa Integrado de Gestão Ambiental para marinas e estruturas de apoio náutico – voltado à adequação técnica e legal, melhoria de processos e otimização do uso das áreas molhadas mediante o uso de técnicas para diminuição das das taxas de sedimentação e assoreamento, contaminação das águas, impacto ambiental e implicações legais e administrativas.
Licenciamento ambiental
  • Tecnologias, soluções e licenciamento ambiental para atendimento da legislação com vistas ao licenciamento ambiental, mediante a realização de Estudos de Impacto ao Meio Ambiente – EIA – RIMA, elaboração e execução de Planos Básicos Ambientais, avaliação de poluição atmosférica, nível de ruído e temática concernente à otimização dos processos produtivos e à diminuição do risco ambiental.Projeto de Revitalização da Orla do Rio Tietê, Construção de Pier, Marina, Bares e Espaços de Promoção Turística – Marina Pública de Pereira Barreto, Inplenitus Projetos, Gerenciamento e Fiscalização de Obras Ltda. /Prefeitura Municipal de Pereira Barreto

    Gestão pública e uso do espaço costeiro
    • Políticas públicas e a zona costeira – realização de mapeamentos para caracterização geológica, geomorfológica, uso e cobertura da terra, planos, projetos e zoneamento existentes, ecossistemas, degradação ambiental e usos conflitivos do espaço para fins de elaboração de zoneamento ecológico-econômico da zona costeira. Objetivando a utilização adequada e sustentável para fins de manutenção dos serviços e recursos naturais existentes nesse importante ecossistema. Trabalhos realizados: teste de metodologia para macrozoneamento costeiro na região estuarina da Lagoa dos Patos e mapeamento da Planície Costeira Sul Riograndense, RS, mapeamento da área de entorno da região estuarina do Rio Mamanguape e secretaria executiva do Programa Estadual de Gerenciamento Costeiro do Estado da Paraíba, PB, aprimoramento da metodologia para o macrozoneamento costeiro, IBAMA, DF, Diagnóstico Ambiental, Político e Institucional do Programa Nacional de Gerenciamento Costeiro em 1992 e 2011, PNUD, SEMAM/PR e MMA.
    • Projetos estruturantes para municípios costeiros apoio à gestão pública por meio de desenvolvimento de projetos para implantação de Sistema de Informação Geográfica, diagnóstico e formulação de cenários relacionados à temática ambiental como subsídio para definição de políticas públicas. Trabalhos realizados: Prefeituras dos municípios de Peruíbe, Mongaguá, Santos, Bertioga, Ilha Bela e Caraguatatuba, entre outras.
    Relação Seres Humanos  – Natureza
    • Caracterização e levantamento de atividades pesqueiras – identificação e caracterização das relações existentes entre comunidades que desempenham atividades pesqueiras tradicionais, atividades extrativistas – pesca, coleta de caranguejo e moluscos – e atividades de aquicultura – carcinicultura, psicultura e mitilicultura – e sua relação com o meio e com os processos naturais para fins de diagnóstico e avaliação da situação com vistas à elaboração de cenários futuros. Trabalhos realizados: comunidades relacionadas à pesca artesanal na região estuarina da Lagoa dos Patos, RS, estuário do Rio Mamanguape, PB, Baía de Ilha Grande, RJ.
    • Responsabilidade socioambiental – desenvolvimento, implantação e avaliação de projetos para estímulo e fortalecimento da temática afeita à RSA em empresas, instituições públicas, escolas e organizações do terceiro setor. Trabalhos realizados: Disciplina Institucional Responsabilidade Socioambiental, ministrada por colegiado de seis professores para cerca de 1.200 alunos simultaneamente, da UNIMONTE, em 2006, entre outras iniciativas; Projeto Caieiras, UNIMONTE e Prefeitura Municipal da Praia Grande.
    • Educação ambiental planejamento, execução, avaliação e implantação de programas de educação ambiental em empresas, escolas e órgãos públicos para inserção da temática no rol das atividades desempenhadas e como estímulo para a reflexão a respeito da relação insustentável existente entre os seres humanos e natureza no presente. Trabalhos realizados: Projeto Guardiões do Oceano, patrocinado pela União Terminais, Santos, SP, realizado em Unidade Municipal de Educação de Santos, SP, com o apoio do Instituto Pharos.
    Educação e Treinamento
    • Treinamento “in company” – planejamento, elaboração e aplicação de cursos e treinamentos, com diferentes cargas horárias, para capacitação de funcionários de diferentes níveis técnicos relacionados às áreas afeitas ao licenciamento ambiental e, de maneira geral, temas de interesse das empresas. Trabalhos realizados: Mesquita Transportes e Logística, Sociedade Nacional de Petróleos de Angola SONANGOL E.P., por meio da BT Sistemas de Apoio Ltda.

Contate-nos

Tel: 21 3795-5646

Cel.: 21 98854-2892 / 13 98147-0241

E-mail: comercial@sinergetica.com.br

 

Premissas que norteiam nossa atuação

  • Grande demanda de estudos sobre os processos responsáveis pela manutenção da vida na Terra e os impactos que as atividades humanas, cada vez mais intensas, resultam na biosfera;
  • Atividades humanas tendem a alterar os ecossistemas mediante a sua simplificação e, como tal, torna-se cada vez mais premente conhecer o modo como essas interações ocorrem;
  • Os desafios para a identificação de mecanismos que contribuam para a manutenção dos processos responsáveis pela sustentabilidade da vida na Terra são enormes e ainda estão longe de serem equacionados;
  • O setor produtivo tem papel importante e grande responsabilidade na busca de soluções para enfrentamento dos assuntos ambientais, principalmente nas situações em que ocorrer omissão governamental;
  • A observância da legislação ambiental não tem se mostrado capaz de contribuir para o equacionamento desses tipos de problemas identificados e, para que a existência dos seres humanos na Terra possa perdurar, demandam a participação ativa do setor empresarial, sociedade e entes governamentais.

Soluções especiais e inovadoras

Quem somos

A Sinergética atua no segmento de prestação de serviços técnicos e especializados junto às atividades que dependem e interferem com a qualidade ou quantidade das águas salinas, salobras e doces a partir de projetos específicos, personalizados e inovadores nas áreas de oceanografia,  engenharia civil e costeira, recursos hídricos, unidades de conservação, diversidade biológica, mudança climática, energias renováveis e educação, tanto formal como não formal, entre outros temas necessários à abordagem interdisciplinar da complexa temática ambiental.

Visão

Ser reconhecida como uma empresa diferenciada pelas ações inovadoras realizadas, sempre calcadas em informações técnicas de alta qualidade, voltadas para a melhoria da eficiência e minimização dos impactos ambientais dos empreendimentos como fundamento para a construção de relações com o meio que se mostrem sustentáveis, no médio e longo prazo, no que respeita ao uso dos biomas e ecossistemas terrestres, de água doce e marinhos, bem como com as populações influenciadas.

Missão

Prover instituições do setor privado, público e terceiro setor com informações qualitativamente diferenciadas para assegurar melhoria continuada no desempenho das suas atividades a partir da otimização do uso dos recursos e diminuição do impacto junto ao ambiente, coleções hídricas, região oceânica, bem como com as populações envolvidas, para contribuir com a conservação e manutenção dos serviços e recursos naturais propiciados pelos ecossistemas em um horizonte temporal que não esteja focado no imediato ou curto prazo.

Objetivos

Setor privado

Assessorar empresas instaladas nas regiões litorâneas para o desenvolvimento de ações mitigadoras dos impactos ao ambiente e meio hídrico mediante a melhoria do controle ambiental e dos processos resultantes em atividades potencialmente poluidoras, no que concerne aos instrumentos legais  relacionados ao uso racional e sustentado dos recursos e serviços ambientais, à manutenção da qualidade ambiental, ao aumento da quantidade e qualidade das águas e à harmonização do empreendimento junto às comunidades influenciadas.

Setor público

Assessorar, orientar, co-atuar e instrumentalizar o poder público, a partir de  projetos estruturantes,  considerando a importância da região costeira, das bacias hidrográficas e dos rios e corpos d’águas no que respeita aos quesitos determinados pela Política Nacional de Gerenciamento Costeiro, Política Nacional de Recursos Hídricos, Política Nacional de Educação Ambiental e Sistema Nacional de Unidades de Conservação, dentre outros instrumentos legais voltados para promover a harmonia entre as ações humanas e as fragilidades e restrições ambientais.